Gabriel Silva: "Redes neuronais artificiais têm aplicações múltiplas no sector da água" (COM VÍDEO)



>> VÍDEO


O vice-presidente do Conselho de Administração da Águas do Centro Litoral (AdCL), Gabriel Silva, garante que as redes neuronais artificiais (RNA) podem ter múltiplas aplicações no sector da água e saneamento, quer para a operação de ETA (Estações de Tratamento de Água), quer para a operação de ETAR (Estações de Tratamento de Águas Residuais), nomeadamente no que diz respeito às digestões anaeróbias.

 

“Fomos aplicando [as RNA], a partir dos inputs disponíveis, com o intuito de conseguir obter produção de biogás, que já era um output que nos interessava, mas há muitas mais aplicações possíveis no sector da água e em outros sectores”, referiu em declarações ao Ambiente Online no âmbito da 10ª Expo Conferência da Água.

 

No caso da água a aplicação das RNA também é possível, por exemplo, na gestão de activos. “É uma das áreas que mais nos interessa no grupo Águas de Portugal porque o nosso futuro vai ser essencialmente egestão de activos. Interessa muito ter ferramentas que nos permitam predizer a duração de determinados activos e a forma como vão funcionar ao longo da sua vida útil”, explica o responsável.

 

Os dados usados são medidos à entrada de determinados órgãos ou à entrada de cada uma das instalações de forma a predizer o potencial dos parâmetros de saída. “É um passo que queremos dar no futuro à medida que formos dominando a ferramenta e vendo quais são os dados de que necessitamos para utilizar dessa forma as ferramentas matemáticas, não só esta como outras”.

 

Este tipo de ferramentas ganha particular relevância tendo em conta as exigências permanentes “quer do lado do regulador, quer do lado do lado da sociedade”, no sentido de alcançar “tarifas contidas, o que obriga a ter recursos humanos e tecnológicos limitados”.

 

As redes neuronais artificiais são modelos computacionais inspirados pelas funções do cérebro humano para discernirem padrões em conjuntos abrangentes de dados e, a partir daí, fazerem previsões quando lhes são fornecidos novos dados.

 

A Expo Conferência da Água, que este ano comemora 10 anos, é uma organização do grupo About Media, que detém as publicações jornal Água&Ambiente e portal Ambiente Online.

 

(Ana Santiago para o Ambiente Online)