Orlando Borges (ERSAR): “Estamos a estudar aprofundadamente impactos do regulamento tarifário” (COM VÍDEO)


>> VÍDEO

 

A administração da ERSAR (Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos) está estudar aprofundadamente os impactos do regulamento tarifário dos serviços de águas em todas as suas componentes, incluindo as eventuais consequências no sector privado, revelou o presidente, Orlando Borges, durante a Expo Conferência da Água, que decorre hoje e amanhã no Sana Malhoa Hotel, em Lisboa.

 

“Não estamos muito certos de que o price cap seja a única forma de envolver o sector privado no que diz respeito às novas concessões. Admitimos a possibilidade de aplicar outros modelos regulatórios. Pode ser um misto ou até o modelo revenue cap. É uma matéria que estamos a discutir e a aprofundar”, adiantou em declarações ao Ambiente Online.  

 

A ERSAR tem uma equipa da Universidade Nova a efectuar um estudo sobre o tema para apoiar a decisão. “Protelámos a aprovação deste regulamento, mas no final do ano contamos remetê-lo ao conselho consultivo para discussão tendo em vista toda esta avaliação, tanto do sector privado como de outras formas de gestão directa ou mesmo delegada dos municípios”, explicou.

 

A Expo Conferência da Água, que este ano comemora 10 anos, é uma organização do grupo About Media, que detém as publicações jornal Água&Ambiente e portal Ambiente Online.

 

(Ana Santiago para o Ambiente Online)