LNEC desenvolveu especificações para 7 aplicações de RCD

O LNEC (Laboratório Nacional de Engenharia Civil) já desenvolveu, entre 2006 e 2016, especificações técnicas para sete tipos de aplicações possíveis de materiais provenientes de RCD (Resíduos de Construção e Demolição) em obras de engenharia civil, uma área com grande potencial no âmbito da economia circular.

 
As primeiras quatro especificações, publicadas em 2006, de material para betão, misturas betuminosas, bermas e aterros, foram revistas em 2009. As três últimas, divulgadas em 2016, estendem-se a material para sub-base e base não ligadas ou ligadas com ligantes hidráulicos de pavimentos rodoviários; valas e caminhos rurais e florestais.


Segundo o estudo sobre economia circular, da Augusto Mateus & Associados, os dados sobre a produção de resíduos são pouco fiáveis, sobretudo no setor da construção. A situação poderia melhorar com as guias eletrónicas de acompanhamento de resíduos (e-GAR), que permitirão seguir-lhes o rasto. Por enquanto estão a funcionar apenas em período experimental, já que ainda se aguarda a publicação da portaria. 

A APA irá apresentar o tema no 11º Fórum Nacional de Resíduos, que decorre a 19 e 20 de abril, uma organização do jornal Água&Ambiente.

 

Leia a notícia completa do Água&Ambiente na Hora (Nº 113 - 09.03.2017). Para subscrever o novo serviço de informação Água&Ambiente na Hora envie um e-mail para assinaturas@about.pt. Pode visualizar aqui as condições de subscrição.

 

(Ana Santiago para o Ambiente Online, 10.03.2017)