PROGRAMA

15.ª EXPO CONFERÊNCIA DA ÁGUA

 

OPORTUNIDADES PARA O SECTOR DA ÁGUA COM A RESPOSTA À CRISE DA COVID-19

 

1.º DIA

 

09H00 - ABERTURA

 

09H10 - ORIENTAÇÕES ESTRATÉGICAS PARA O SECTOR DA ÁGUA

             Ministro do Ambiente e da Acção Climática

 

09H45 - PACTO ECOLÓGICO EUROPEU - IMPLICAÇÕES A MÉDIO E LONGO PRAZO NA GESTÃO DA ÁGUA

Veronica Manfredi, Diretora de Qualidade de Vida na Direcção Geral do Ambiente desde Fevereiro de 2018, responsável pelas principais políticas da UE para a água limpa e bem gerida, ar limpo, controlo das emissões industriais e prevenção de acidentes industriais. Apoia, também, o trabalho das quatro Convenções Regionais do Mar e as Comissões Internacionais para a Protecção dos rios Reno e Danúbio. Até Janeiro de 2018, foi Chefe da Unidade de Direito do Consumidor e Marketing na Direção Geral da Justiça onde liderou os trabalhos para o lançamento do New Deal para os Consumidores de 2018.

10H30 - Debate

 

11H00 - 11H15 Coffee break

 

11H15 – AS RELAÇÕES LUSO-ESPANHOLAS E A ESCASSEZ DE ÁGUAUM BALANÇO. O QUE URGE FAZER

 

A PERSPECTIVA PORTUGUESA

Nuno Lacasta, Presidente da APA   

 

A PERSPECTIVA ESPANHOLA

Teodoro Estrela Monreal, Director general del Agua (TBC)

 

12H15 - Debate

 

12H45 - 14H00 – Almoço

 

Oportunidades para o Sector da Água com a Resposta à Crise da COVID 19

 

14H00 – 14H20 – Para a Ambição das Orientações Políticas

Diogo Faria de Oliveira, Presidente do Grupo de Apoio à Gestão do PENSAAR 2020

14H20 – 14H40 - Espaço de perguntas-respostas

 

14H40 – 15H00 – Para as Entidades Gestoras

Eduardo Marques, Presidente da AEPSA

15H00 – 15H20 - Espaço de perguntas-respostas

 

15H20 – 15H40 – Para a Regulação

Orlando Borges, Presidente da Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos

15H40 – 16H00 - Espaço de perguntas-respostas

 

16H00 – 16H15 - Coffee break

 

16H15 – 16H35 – Para a Investigação e Desenvolvimento

Maria João Rosa, Investigadora Principal do LNEC

16H35 – 16H55 - Espaço de perguntas-respostas

 

16H55 – 17H15 – Para a Sociedade

Luísa Schmidt, Professora do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa

17H15 – 17H35 - Espaço de perguntas-respostas

 

 

2.º DIA

 

9H00 – 9H30 - PRIORIDADES PARA APLICAÇÃO DOS NOVOS FUNDOS MOBILIZADOS PELA UNIÃO EUROPEIA NO SECTOR DA ÁGUA E SANEAMENTO

Joaquim Poças Martins, Professor da FEUP

9H30 – 10H00 – Debate

 

10H00 – 10H15 - Coffee break

 

10H15 – 11H00 – OS PRINCIPAIS DESAFIOS DO PENSAARP 2030

PLANO ESTRATÉGICO PARA O SETOR DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA E GESTÃO DE ÁGUAS RESIDUAIS E PLUVIAIS (2021-2030)

Jaime Melo Baptista, LIS-Water, Coordenador Técnico

11H00 – 11H30 - Espaço de perguntas-respostas

 

11H30 – 12H10 - A NOVA DIRETIVA QUALIDADE DA ÁGUA PARA CONSUMO HUMANO

ESTÃO OS STAKEHOLDERS PREPARADOS? QUAIS OS PRINCIPAIS DESAFIOS PARA ENTIDADES GESTORAS E AUTORIDADES?

Maria João Benoliel, Eng. Química, Directora dos Laboratórios e do Controlo de Qualidade da Água da EPAL (1998-2020).Especialista reconhecida, a nível nacional e internacional, na Área da Qualidade da Água, entre muitos outros, no domínio dos produtos em contacto com a água destinada ao consumo humano e materiais em contacto com a água

 

A PERSPECTIVA DO REGULADOR

Susana Rodrigues, Directora do Departamento da Qualidade da ERSAR

 

12H10 – 12H40 - Espaço de perguntas-respostas

 

12H40 - 14H00 – Almoço

 

14H00 – 14H20 - O ESTADO DE QUALIDADE DAS MASSAS DE ÁGUA EM PORTUGAL

PORQUE RAZÃO ESTÁ O PAÍS AFASTAR-SE CONSISTENTEMENTE DOS OBJECTIVOS PARA A QUALIDADE DAS MASSAS DE ÁGUA? O QUE É NECESSÁRIO FAZER PARA INVERTER A SITUAÇÃO?

José Pimenta Machado, Vice-Presidente da APA

14H20 – 14H30 - Espaço para Debate

 

14H30 – 14H50 - IMPACTO DA SECA NA QUALIDADE E QUANTIDADE DA ÁGUA PARA CONSUMO HUMANO

O QUE SE DEVE ESPERAR DA QUALIDADE E QUANTIDADE DA ÁGUA PARA CONSUMO HUMANO COM A ESCASSEZ DE ÁGUA QUE O PAÍS ATRAVESSA E QUE ESTÁ PARA FICAR POR FORÇA DAS ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS? AS AÇÕES ESTRUTURAIS ANUNCIADAS EM 2017 TORNARAM O PAÍS MAIS RESILIENTE AOS DESAFIOS QUE OS PRÓXIMOS MESES PODEM TRAZER, SE A PRECIPITAÇÃO NÃO AUMENTAR?

O QUE TEM SIDO FEITO PARA ATACAR O PROBLEMA É SUFICIENTE OU SERÁ NECESSÁRIO IR MAIS ALÉM?

António Carmona Rodrigues, Professor de Hidráulica e Recursos Hídricos da Universidade Nova de Lisboa

14H50 – 15H00 - Espaço para Debate

 

15H00 – 15H20 - REUTILIZAÇÃO DA ÁGUA RESIDUAL TRATADA NA AGRICULTURA

COMO GARANTIR A QUALIDADE DA ÁGUA REUTILIZADA A SER UTILIZADA PELA AGRICULTURA?

É POSSÍVEL ULTRAPASSAR OS PROBLEMAS COM COMPOSTOS EMERGENTES E MICRORGANISMOS (NOMEADAMENTE VÍRUS)? QUE ACEITAÇÃO ESPERAR POR PARTE DOS AGRICULTORES?

Anabela Rebelo, Técnica Superior da APA (TBC)

 

15H20 – 15H40 - A PERSPECTIVA DO SECTOR AGRICOLA

15H40 – 15H50 - Espaço de perguntas-respostas

 

15H50 – 16H10 - O PROJECTO PARA A PRODUÇÃO DE HIDROGÉNIO A PARTIR DA ELETROLISE DE ÁGUAS RESIDUAIS – UM PROJECTO NACIONAL CANDIDATO AO ESTATUTO IPCEI - PROJETO IMPORTANTE DE INTERESSE EUROPEU COMUM PARA O HIDROGÉNIO

José Manuel Sardinha, Presidente do Conselho de Administração da EPAL e Vice-Presidente do Conselho de Administração da AdP – Águas de Portugal, SGPS, S.A

16H10 – 16H20 - Espaço de perguntas-respostas

 

16H20 – 16H35 - Coffee break

 

16H35 – 16H55 - COMO PODEM AS ENTIDADES GESTORAS SEGUIR A APOSTA DO GRUPO ÁGUAS DE PORTUGAL NA ENERGIA.

É POSSÍVEL? COMO FAZER? PODEM FAZER DIFERENTE?

Frederico Fernandes, Presidente do CA da Águas do Porto

16H55 – 17H05 - Espaço de perguntas-respostas

 

17H05 - FÓRUM DE EXCELENCIA DOS SERVIÇOS DE ÁGUAS - 4.ª EDIÇÃO

 

Encerramento