AdP e sete autarquias vão gerir o sistema de águas do Alto Minho

11.01.2019

A exploração e gestão do sistema integrado de abastecimento de água e de saneamento dos municípios de Arcos de Valdevez, Caminha, Paredes de Coura, Ponte de Lima, Valença, Viana do Castelo, Vila Nova de Cerveira vão passar a ser geridos, a partir de hoje, pela Águas do Alto Minho, uma empresa a constituir pelo Grupo Águas de Portugal e as sete autarquias em contrato assinado, em nome do Estado, pelo Ministério do Ambiente e da Transição Energética.


A gestão e a exploração do sistema integrado de águas do Alto Minho será atribuída, pela parceria entre Estado e autarquias, à Águas do Alto Minho, S.A., uma nova empresa pública a constituir pela AdP - Grupo Águas de Portugal e os sete municípios envolvidos.


A Águas do Alto Minho será responsável pela gestão e exploração do sistema integrado de abastecimento de água e de saneamento do Alto Minho, servindo uma população residente de 204 mil habitantes nos sete municípios envolvidos e abrangendo 5400 km de rede.


Com vista a garantir a sustentabilidade dos serviços de águas na região e dar cumprimento às recomendações da Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR) em matéria tarifária, o projeto económico-financeiro prevê acabar com os défices de exploração.


Este projeto, que vem dar sequência ao processo de concertação e definição conjunta de uma política intermunicipal de abastecimento de água e saneamento de águas residuais entre os municípios do Alto Minho, tem como metas, entre outras, a redução em um terço das perdas de água e o pleno cumprimento das licenças de descarga das ETAR de pequena dimensão.


O objetivo desta parceria, totalmente pública, é melhorar a qualidade e sustentabilidade dos serviços de abastecimento de água e saneamento de águas residuais na região do Alto Minho através do reforço do investimento e da ampliação de captação de fundos comunitários.

 

VOLTAR