AEPSA alerta para paragem da recolha de resíduos e efeitos na saúde pública

17.04.2019

A AEPSA - Associação das Empresas Portuguesas para o Sector do Ambiente - que integra 45 empresas privadas com intervenção no setor do ambiente, alerta em comunicado “para as  graves consequências  que  a atual situação no mercado de combustíveis  - que todo o País atravessa -   está  já a  ter  nas suas empresas associadas, em particular  do setor da recolha, tratamento e valorização de resíduos sólidos urbanos”.

 

A Associação salienta que empresas associadas estão presentes em todo o território nacional e de “não obstante terem  sido ativados atempadamente os procedimentos preventivos de atuação das equipas operacionais, estes  mecanismos não são já suficientes e bastantes  para assegurar o bom cumprimento das suas obrigações contratuais de recolha, tratamento e valorização dos resíduos”.  

 

Para a AEPSA este contexto pode  trazer graves consequências a nível de gestão operacional de recolha de resíduos sólidos urbanos -  por manifesta insuficiência  de combustível capaz de responder aos meios operacionais  e técnicos  - mas pode ter implicações ao nível da saúde pública.

.

VOLTAR