Cascais poupa meio milhão ao assumir recolha de resíduos em todo o concelho

26.05.2017

Cascais deixará de recorrer aos serviços de uma empresa privada, que recolhia os resíduos indiferenciados em metade do concelho, para passar a garantir essa tarefa através da empresa municipal, o que permitirá poupar por ano cerca de meio milhão de euros, revela o administrador da Cascais Ambiente, Luís Capão, ao Água&Ambiente na Hora. Por ano a Cascais Ambiente gastava mais de 2,2 milhões com esse serviço.

 
A Cascais Ambiente, que já assegurava a recolha seletiva em todo o concelho e a recolha indiferenciada na União de Freguesias de Carcavelos e Parede e de São Domingos de Rana, passa a fazê-lo também na União das Freguesias de Cascais e Estoril e de Alcabideche assumindo durante este mês de maio a recolha de resíduos sólidos urbanos em todo o concelho.
 
A decisão da Cascais Ambiente surgiu na sequência de um estudo, desenvolvido ao longo do último ano, que teve em conta o investimento necessário e os retornos resultantes das sinergias da operação baseada na plataforma de Smart Waste Management de Cascais. “Percebemos que faríamos melhor e mais barato”, resume Luís Capão, que ressalva que esta opção é possibilitada por um elevado nível de eficiência e economias de escala conseguidas neste município que é o quinto maior concelho do país. 


Leia a notícia completa do Água&Ambiente na Hora (Nº 161 - 25.05.2017). Para subscrever o novo serviço de informação Água&Ambiente na Hora envie um e-mail para assinaturas@about.pt. Pode visualizar aqui as condições de subscrição.

TAGS: Cascais , concessão , privados , Cascais Ambiente ,
Vai gostar de ver
VOLTAR