Comentador Jaime Melo Baptista (Água): LIS-Water: parceria e inclusividade

21.04.2017

A colunista Ana Paula Teixeira, num texto intitulado “Pela água é que vamos”, faz uma simpática referência ao Lisbon International Centre for Water (LIS-Water), um novo centro de excelência em Portugal no setor da água, financiamento ao abrigo do programa Horizon 2020 Teaming.

 

E cita Sebastião da Gama, autor de Serra-Mãe, que escreveu “Pelo sonho é que vamos (…)”, mas retifica dizendo que será “pelo sonho e pela água”. Aprecio a citação e o comentário, até porque o livro foi inspirado pela sua permanência na Arrábida, local propiciador do recolhimento poético e da celebração mística da natureza. O próprio título sugere a união do ser humano com a natureza, a fraternidade de todos os seres acolhidos pela natureza-mãe, e aponta a serra como colo maternal para recuperar tranquilidade e confiança. E foi o então jovem Sebastião da Gama que enviou em 1947 uma carta a várias personalidades em defesa da Serra da Arrábida, o que motivou a criação no ano seguinte da primeira associação ecologista portuguesa, a Liga para a Protecção da Natureza.

 

Neste quadro inspirador, o que gostaria de enfatizar é que este centro de excelência LIS-Water assenta em duas convições profundas.

 

A primeira é o espírito de parceria, em que entes públicos e privados, individuais e coletivos, estabelecem um pacto de cooperação para o desenvolvimento económico e social do país, da europa e do mundo. De entre as vantagens destaca-se a compatibilização de objetivos estratégicos, o aumento da eficiência e eficácia, o reforço da confiança mútua, a melhoria de acesso a mercados, o fortalecimento das intervenções e a melhoria das competências.

 

A segunda é o espírito de inclusividade, que apela à participação de todos, numa atitude cultural que saiba responder à diversidade dos interesses dos parceiros. Pretende uma abordagem aberta, democrática, que compreende cada parceiro e as suas singularidades, tendo como objetivos a satisfação e a inserção de todos. Não haverá quintas nem quintinhas no LIS-Water.

 

Portugal tem um cluster português da água que concretizou uma evolução extraordinária nos últimos 20 anos. O caminho percorrido até aqui foi notável, e isso também se deve à excecional capacidade associativa que tem demonstrado, desde há quase meios século. O LIS-Water pretende continuar essa tradição, em que é possível combinar os interesses parcelares com o interesse comum e a profissão com a amizade. Só não participará quem não o desejar, todos são bem-vindos.

 

Jaime Melo Baptista, engenheiro civil especializado em engenharia sanitária, é Investigador-Coordenador do LNEC, Presidente do Conselho Estratégico da PPA e Comissário de Portugal ao 8.º Fórum Mundial da Água 2018. Foi membro do conselho de administração e do conselho estratégico da IWA. Foi presidente da ERSAR (2003-2015), responsável pelo Departamento de Hidráulica (1990-2000) e pelo Núcleo de Hidráulica Sanitária (1980-1989) do LNEC, diretor da revista Ambiente 21 (2001-2003) e consultor. Foi distinguido com o IWA Award for Outstanding Contribution to Water Management and Science.

TAGS: Comentário , Jaime Melo Baptista , água , LIS:Water
Vai gostar de ver
VOLTAR