Katowice COP24: OMS diz que cumprir metas de Paris é o maior acordo sobre saúde pública deste século

06.12.2018

Cumprir os acordos de Paris pode salvar cerca de um milhão de vidas em todo o Mundo em 2050, apenas através da redução de gases poluentes. As previsões mais recentes de especialistas em saúde indicam que os ganhos por ação climática são o dobro dos custos das políticas de mitigação e esta relação custo e benefício é ainda maior na China e na Índia.


Um relatório da OMS – Organização Mundial de Saúde lançado na Conferência sobre Alterações Climáticas da ONU , a COP24 que está a decorrer em Katowice, Polónia, destaca considerações relativas à saúde como críticas para o avanço de ações climáticas e faz sugestões aos políticos.


Segundo o relatório a exposição a ar poluído causa anualmente sete milhões de mortos e resulta em prejuízos de 5,1 trilhões de dólares em todo o Mundo. Nos 15 países com maiores emissões de gás de estufa os impactos na saúde devido ao ar poluído custam mais de 4% do seu PIB. Os custos para atingir as metas de Paris são apenas de 1% desse mesmo PIB.


“Os acordos de Paris são potencialmente o maior acordo sobre saúde deste século”, disse Tedros Ghebreyesus, director gral da OMS, “ é evidente que as alterações climáticas estão a causar impactos na vida e saúde das pessoas”. Prosseguindo afirmou “ameaça os elementos básicos para uma boa saúde – ar limpo, água para consumo humano segura, alimentos nutritivos e abrigo seguro e vai minar décadas de progresso na saúde pública”. E concluindo “não nos podemos dar ao luxo de adiar mais as ações”.

 

VOLTAR