Mercado livre de eletricidade já tem mais de cinco milhões de clientes

08.01.2019

O mercado livre alcançou um número acumulado superior a cinco milhões de clientes em novembro de 2018, segundo informação da ERSE – Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos. Face a outubro de 2018, este valor representa um crescimento líquido de cerca de 9,7 mil clientes. Comparado com o período homólogo estes números permitem aferir um crescimento de aproximadamente 2,8% do mercado.

 

Em termos de consumo, registou-se um aumento de 115 GWh face a outubro atingindo 43 019 GWh no mercado livre, o que representa um acréscimo de cerca de 3,0% face ao homólogo. Note-se que o consumo no mercado livre representava em novembro cerca de 93,6% do consumo total registado em Portugal continental.

 

Ainda segundo a ERSE, praticamente a totalidade dos grandes consumidores de energia está já no mercado livre. No segmento dos consumidores domésticos, o consumo em mercado livre está em cerca de 85% do total do segmento (83,7% em novembro de 2017).

 

Relativamente à oferta dos comercializadores em mercado livre, o indicador de concentração, em termos de número de clientes, verificou uma ligeira diminuição, enquanto que, em termos de consumo, um ligeiro aumento.

 

Nos segmentos de grandes consumidores, industriais e pequenos negócios, 2 281 clientes permanecem a ser abastecidos por um Comercializador de Último Recurso. A posição de detalhe de cada um destes segmentos demonstra que, nos segmentos de pequenos negócios e industriais, respetivamente, 1 551 clientes (3,0% do consumo do segmento) e 728 clientes (0,7% do consumo do segmento) permanecem fora do âmbito do mercado livre.

 

No segmento de grandes consumidores, existem dois clientes (com ligação em AT) que ainda se encontram no mercado regulado e representaram em novembro cerca de 0,3% do consumo do segmento. Em novembro de 2018, os consumidores em BTN com potências superiores a 10,35 kVA representam 13% do total dos clientes em BTN ainda residentes no Comercializador de Último Recurso.

 

Os restantes 87% da base de clientes dizem, assim, respeito a consumidores alojados nos segmentos com potência contratada inferior a 10,35kVA. No global, em novembro de 2018, a carteira de clientes ainda fornecidos pelo Comercializador de Último Recurso era cerca de 1,13 milhões de clientes (dos mais de 6 milhões no total).

 

Ainda no período de referência, a EDP Comercial manteve a sua posição como o principal operador no mercado livre em número de clientes (cerca de 81% do total de clientes no ML) e em consumo (cerca de 42% dos fornecimentos no ML). Em número de clientes, a Iberdrola (4,7%) viu as suas quotas avançar em 0,2 pontos percentuais e todas as demais comercializadoras mantiveram sensivelmente as suas quotas: a Endesa (5,6%), a Galp (5,1%), a Goldenergy (1,7%), a GN Fenosa (0,6%), e a PH (0,2%).

 

Quanto ao consumo, a Iberdrola (17,0%) aumentou as suas quotas de ML em 0,1 pontos percentuais em novembro enquanto a Galp (7,7%) registou uma redução de 0,1 pontos percentuais. Todas as demais comercializadoras mantiveram as suas quotas inalteradas: a Endesa (16,7%), a Fortia (3,2%), a GN Fenosa (2,6%), e a Acciona (1,8%).

VOLTAR