Mercado livre de gás natural já controla mais de 97% do consumo nacional

10.01.2019

O consumo de gás natural no mercado livre representava, em novembro de 2018, mais de 97% do consumo total registado em Portugal continental, abrangendo 1,19 milhões de clientes. A informação é da ERSE – Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos.


Este número de consumidores representa um crescimento líquido de cerca de 4,4 mil clientes face a outubro de 2018, refletindo um aumento de aproximadamente 4,6% face ao período homólogo do ano anterior.


Em termos de consumo, registou-se um aumento de 107 GWh face a outubro atingindo 41 468 GWh em novembro do ano passado, o que representa um acréscimo de 0,3% face ao mês anterior e 1,7%, face ao mês homólogo.


Os dados de novembro demonstram uma ligeira diminuição da concentração de mercado quer em termos de número de clientes quer em termos de consumo. Ao mesmo tempo, verifica-se a penetração do mercado liberalizado nos diferentes segmentos de clientes. No caso dos consumidores industriais esse valor é, relativamente ao consumo, de 98% e, nos consumidores PME e residenciais, cerca de 72% e 82%, respetivamente.


Os valores mostram que a margem de crescimento do mercado liberalizado (em consumos abastecidos) encontra-se resumida ao conjunto de clientes de menor consumo individual no segmento industrial e aos consumos do segmento de PME e residenciais que ainda se encontram nos CUR - Comercializador de Último Recurso.


Em termos de quota de mercado, a EDP é o comercializador que regista a maior quota de clientes, enquanto em consumo, a Galp é o comercializador com o maior volume no mês de novembro.


Foto: GALP

 

 

VOLTAR