Só 2 das 3 albufeiras do Algarve estão acima dos 50% mas haverá água na época alta

16.02.2018

Só duas das três barragens onde é captada a água para abastecimento público na região do Algarve têm disponível um volume útil acima dos 50 por cento, mas as reservas existentes permitirão ainda assim garantir “de forma contínua com qualidade e quantidade” o fornecimento de água durante o corrente ano, incluindo durante a época alta do Verão.

 

Segundo informação disponibilizada pela Águas do Algarve que assegura o abastecimento em alta na região, a Barragem de Odelouca, a maior albufeira, com capacidade útil de 128,20 hm3, está atualmente com apenas 17,52 por cento do seu volume útil. No ano passado, na mesma altura, estava com 39,06 por cento. Em compensação as barragens de Odeleite e Beliche, com 108,80 hm3 e 42,89 hm3 de capacidade útil, estão nos 56,71 e 50,79 por cento, respetivamente. No ano passado tinham 76,43 e 67,13 por cento.

 

“A gestão que é efetuada logo nas origens, é muito assertiva e eficiente permite-nos um controlo equilibrado e eficiente deste recurso, com técnicos especializados e dedicados em permanência a esta questão”, esclarece a responsável de Comunicação e Educação Ambiental da empresa, Teresa Fernandes.

 

Com a disponibilização desta informação a Águas do Algarve pretende “descansar a população residente e turística para a disponibilidade que existe, quer em quantidade quer em qualidade, e por outro relembrar que não deve haver "desperdício nem consumo exacerbado deste líquido tão precioso, sendo fundamental fazer um uso consciente do mesmo, para que o possamos continuar a ter a correr nas nossas torneiras".

 

A empresa está atenta aos desafios do setor, que passa pela reutilização de água, não só ao nível doméstico, mas também por intermédio das entidades gestoras, um assunto em que o Governo está a trabalhar e que deverá ter regulamento em junho.  

 

O tema é um dos pontos que será debatido no encontro que a Águas do Algarve está a organizar. O evento “Desafios da Água”, dedicado a todo o Ciclo Urbano da Água, decorrerá nos dias 1 e 2 de março de 2018, no Palácio de Congressos da Herdade dos Salgados, em Albufeira, no Algarve, e juntará no mesmo espaço profissionais do setor e crianças e jovens das escolas da região.

 

Além da reutilização, durante o encontro serão abordados tópicos como a gestão de recursos hídricos, a relação da água com a energia, investigação e inovação, segurança de abastecimento, adaptação às alterações climáticas e ainda a temática da comunicação e educação ambiental (ver programa aqui). 

VOLTAR