Conselho Europeu dá luz verde à estratégia de renovação energética de edifícios

17.06.2021

O Conselho Europeu deu luz verde à estratégia de renovação energética de edifícios da Comissão Europeia, com a aprovação das conclusões da Renovation Wave – Criar Edifícios Verdes para o futuro, que visa duplicar as taxas de renovação ligadas à pobreza energética na União Europeia (EU), através da criação de novos empregos e promoção da eficiência de recursos na economia circular. As conclusões também enfatizam a importância da inclusão social e da acessibilidade.

 

A estratégia da Renovation Wave visa intensificar os esforços de renovação em toda a UE, a fim de dar o necessário contributo do setor da construção para o objetivo de neutralidade climática para 2050 e para proporcionar uma transição verde justa e justa, sendo este setor responsável por mais de um terço das emissões de gases com efeito de estufa na europa.

 

De acordo com os estados-membros, esta transição deve começar pela redução eficaz  da procura de energia e a procura de alternativas para tecnologias de aquecimento e arrefecimento que recorram à utilização intensiva de carbono, devendo ainda ser integradas soluções de eficiência energética, através da utilização de energia renovável.

 

O conselho realça que o trabalho deve continuar a fim de alargar e combinar as opções de financiamento disponíveis para renovações de edifícios, tais como subsídios verdes, incentivos fiscais e de empréstimos verdes, títulos verdes e regimes de obrigação de poupança de energia.

 

Com milhões de europeus sem capacidade para manter as suas casas devidamente aquecidas, a renovação é também uma resposta importante à pobreza energética e à qualidade de vida dos cidadãos.

 

A Comissão Europeia apresentou a estratégia da Renovation Wave  a 14 de outubro de 2020 como parte do Acordo Verde Europeu.

TAGS: Renovation Wave , renovação energética de edifícios , Conselho Europeu , Comissão Europeia
Vai gostar de ver
VOLTAR