Pequenos agricultores manifestam-se por uma PAC “mais justa e solidária”

15.06.2021

Foi com o intuito de defender uma Política Agrícola Comum (PAC) “mais justa e solidária” para a pequena agricultura familiar, que centenas de agricultores de todo o país se manifestaram ontem, dia 14 de junho, em Lisboa. A manifestação foi convocada pela Confederação Nacional da Agricultura (CNA).

 

Segundo avançou ao Jornal de Notícias Pedro Santos, da CNA, “as regras e políticas implementadas estão direcionadas para uma agricultura competitiva, mais industrializada”, sublinhando que desde que Portugal entrou na União Europeia encerraram cerca de “400 mil explorações agrícolas, sobretudo de pequena e média dimensão”.

 

A falta de ajudas e de competitividade são alguns dos principais problemas apontados, sendo que a CNA reclama que a PAC devia contemplar “instrumentos de regulação pública do mercado e da produção, de forma a permitir estabilidade e preços justos para os agricultores” e uma distribuição equitativa das ajudas.

 

Os manifestantes estiveram junto ao Centro Cultural de Belém onde se reuniram os ministros da agricultura da União Europeia.

TAGS: PAC , CNA , Confederação Nacional de Agricultores , exploração agrícola
Vai gostar de ver
VOLTAR