João Simão Pires

João Simão Pires é Economista e consultor de organizações.
 
Nascido em Lisboa em 1969, concluiu a licenciatura em Economia pela Universidade Católica Portuguesa em 1992. Fez o MBA com especialização em Finanças e Estratégia na William E. Simon Graduate School of Business Administration (Universidade de Rochester, EUA), que concluiu em 1997.
 
Iniciou a actividade de docente na Universidade Católica Portuguesa em 1992 e é assistente com regência nesta universidade desde 2004, na Licenciatura de Gestão.

 

Iniciou a sua actividade profissional em 1992 no Banco de Portugal, integrado no Núcleo de Investigação Económica da Direcção de Estudos Económicos.
 
Como consultor baseado no escritório de Londres da empresa de consultoria de estratégia The Monitor Company (Cambridge, EUA), entre 1993 e 1999, participou e liderou projectos no Reino Unido, EUA, Alemanha, Espanha e Grécia. Entre os sectores dos clientes para os quais trabalhou contam-se: cervejas, alumínio, pay-tv, banca de retalho, vinhos e bebidas espirituosas, gestão florestal, indústrias da madeira e telecomunicações. Foi Manager no escritório de Lisboa da empresa de consultoria de gestão Arthur D. Little (Cambridge, EUA), concentrando-se nas áreas de utilities e telecomunicações.
 
Durante três anos, assumiu responsabilidades como Director de Planeamento e Controlo de Gestão na EPAL – Empresa Portuguesa das Águas Livres, SA. Foi membro do Comité Executivo da Sonae Novobord, subsidiária Sul-Africana da Sonae Indústria, com sede em Joanesburgo. Foi Partner na Bright Partners – Gestão, Tecnologia e Capital, SA.
 
Foi Vogal do Conselho Directivo da ERSAR – Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos entre 2006 e 2010, com responsabilidade sobre a regulação económica das entidades gestoras e desenvolvimento de projectos legislativos e regulamentares. Como consultor, prestou subsequentemente apoio especializado a organizações públicas e privadas no domínio da regulação de serviços públicos de águas e resíduos, quer em Portugal quer a nível internacional.
 
Desde 2012, assumiu funções como Director Executivo da Parceria Portuguesa para a Água, associação que visa promover a crescente internacionalização do cluster Português da Água, congregando mais de 100 empresas, centros de investigação, associações profissionais e agências da administração pública nacional.


Integra o Conselho Consultivo da ERSAR como perito independente e assumiu em 2017 funções como Presidente da CAGER – Comissão de Acompanhamento da Gestão de Resíduos, entidade de apoio técnico ao Governo na formulação, acompanhamento e avaliação de políticas de gestão de resíduos.