Agregações: a grande mudança estrutural do setor. Ponto da situação e aprendizagens

“A agregação de sistemas municipais em baixa é essencial para dar sustentabilidade ao setor a nível nacional.” afirma Carlos Martins, Presidente do Conselho de Administração da Águas do Alto Minho que vai apresentar o tema das agregações na 14.ª Expo Conferência da Água.

 

O XXI Governo Constitucional de Portugal elegeu a agregação de sistemas e a reforma da gestão da água em baixa como prioridade para o setor. Cerca de 90 municípios estão envolvidos na constituição de empresas intermunicipais e multimunicipais, estando os processos em diferentes fases. A evolução das agregações e os aspetos positivos e negativos do caminho percorrido são os tópicos a analisar para identificar pontos de melhoria para o futuro:

  • As novas entidades gestoras dos serviços de água.
  • O ponto de situação das entidades que estão em processo de agregação.
  • Os aspetos que deverão ser acautelados para o sucesso de futuros projetos de agregação.